VITÓRIA NO DIVINO

BRASIL, CURITIBA, MAIO DE 2015

A Ocupação do Divino, como hoje é conhecida, existe há mais de dez anos, quando famílias começaram a se assentar no terreno às margens da rodovia Régis Bittencourt. No limite entre Curitiba e Colombo, hoje moram 85 famílias que, após uma ameaça de reintegração de posse, garantiram a permanência no local por mais um ano e meio – prazo prometido para que as casas da Cohab estejam prontas para a realocação. 

Segundo o presidente da AMD, Gean Francisco de Oliveira, a luta foi intensa. “Foi uma semana de idas e vindas, buscando apoio com vereadores e tentando contato com a prefeitura, que, na última  reunião decidiu pelo acordo”. Em contra partida, os moradores se comprometeram a não permitir que a comunidade aumente. “Vamos fiscalizar para que novas casas não sejam construídas e para que o espaço permaneça limpo e bem cuidado”. Outro ponto do acordo ressaltado por Gean é o comprometimento das famílias do Divino com a preservação ambiental do local. 

A comunidade, agora, pode dormir sem medo do que virá amanhã. Pelo menos até o final de 2016, quando acaba o prazo proposto pela Prefeitura, e, coincidentemente, o mandato do atual Prefeito, Gustavo Fruet (PDT).

Esperamos que essa história não seja passada adiante.