A DOR DA ALMA

Um olhar, um choro que fica preso, um arrepio que toca alma.

"MEU FILHO LEVANTA EM NOME DE JESUS"  Gritava a mãe puxando seu filho pela mão, caído no chão alvejado por vários disparos na cabeça.

Tio estão levando moço para o hospital né ? Gabriel 9 anos, uma de muitas crianças que vivem no meio da violência na periferia do interior do Rio de Janeiro.

Uma execução a tiros, em plena luz do dia, na frente de um colégio, Rafael de Souza, 23 anos, estava de moto e foi morto por homens que passavam em um carro.

Durante o período que trabalhei no jornal do interior do Rio de Janeiro, pude sentir na pela e na alma a dor dessas pessoas que perdiam brutalmente seus familiares. 

Alguns momentos não pude conter as lagrimas, durante um longo tempo carregava um sentimento de dor dentro de mim.