Coletivo


Fotojornalista nascido em 1991, São Paulo, entrou para o mundo da fotografia ainda com 17 anos. Começou no Fotojornalismo em 2009 registrando protestos na grande São Paulo e integrou a equipe de fotógrafos de Revista Motociclismo. Fez diversos cursos na área da fotografia cujo principal deles foi o Tecnólogo em Processos Fotográficos no SENAC concluído em 2011. Atualmente fotografa causas sociais.


Fotógrafo maranhense nascido em 1984 na cidade de Araióses, tem como foco em seu trabalho o Fotojornalismo voltado para causas humanitárias e documentação de cultura popular. Possui em seu portfólio alguns dos acontecimentos de grande importância nos últimos anos na cidade de São Paulo e outros estados brasileiros. Contemplado nas edições do livro O Melhor do Fotojornalismo Brasileiro 2014 e 2015, já teve trabalhos publicados nos jornais mais importantes do país como a Folha de São Paulo, Estadão, Diário de São Paulo, Agora SP, Metro, Folha de Londrina e diversos portais da web, além de ter realizado trabalhos e palestras em alguns estados do Brasil.

 

 


Nasceu em São Paulo em 1988, formou-se em ciências biológicas em 2012 e já no mesmo ano entrou para a fotografia em um estúdio de still. Em 2013 entrou para o fotojornalismo como colaborador da agência Frame Photo na capital paulista. Cobriu os grandes protestos de Junho em São Paulo, Movimento dos Trabalhadores Sem Teto e cotidianos urbanos. Passou uma temporada em Londres onde concluiu uma pós graduação em fotojornalismo e fotografia documental e fez trabalhos na comunidade europeia como a crise política ucraniana. 


Tércio Teixeira, nascido no Rio de Janeiro em 1980, filho de fotografo, descobriu cedo seu interesse pela fotografia, tendo se profissionalizado pelo SENAC apenas em 2006. Trabalhou em São Paulo nos anos de 2011 a 2014, passando por agências como Futura Press, Folha Press, Diário de São Paulo e Jornal Agora, marcando sua presença no fotojornalismo brasileiro. Atualmente mora em sua cidade natal e tem como foco de suas atividades as comunidades e favelas cariocas.


Fotógrafa paranaense nascida em 1994, na cidade de Curitiba. Crescida em Itajaí - SC, descobriu o interesse pela fotografia em 2012, quando retornou à sua cidade natal para estudar Jornalismo. Desde que iniciou na fotografia, pode experimenta-la em várias de suas vertentes, mas, foi na fotografia documental, principalmente na rua, que encontrou seu caminho. Realizou diversos cursos na área cujo principal foi em 2014, na Universidad de Guadalajara, no México. Onde estudou, durante 6 meses, no curso de Artes Visuais para a Expressão Fotográfica da universidade. Em 2013 foi a vencedora do prêmio Expocom Sul na categoria “Ensaio fotógrafico artístico”, realizado pela Intercom. Em 2015 foi finalista do 19º Prêmio Sangue Novo do Jornalismo Paranaense na categoria de Fotojornalismo.


filipe mendes 

 

Pernambucano de Caruaru, formou-se em Jornalismo em 2010 no Recife onde está baseado atualmente. Realizou ensaios que perpassam por questões de gênero, o trabalho e as ruas. Também video-documentou comunidades Quilombolas do Goiás e de Pernambuco.