Ocupação José Bonifácio

São Paulo, junho de 2015

Ali

Ali onde tudo começou… pra mim.
Ali onde a gana se mostrou… pra mim.
Ali onde o sorriso se apresentou… pra mim.

Ali, na José Bonifácio, perto da Rua do Ouvidor.
E não se ouvia dor…

Pra mim. Expressão chula, pós moderna.
Pra que serve a modernidade, afinal?

Ao meu lado correm os mesmos de outrora.
Só nós é que não somos os mesmos.
Nós. Os de fora.

No alto do prédio a visão de outro prédio.
Ali.
Luxo do lixo pós moderno.

Trecho do poema de Victor Amatucci para o R.U.A