3ª Marcha contra a Lei de Imigração

Não é nenhuma novidade o aumento dos protestos da Direita desde os grandes protestos que tomaram conta do Brasil em 2013 e que se intensificaram maciçamente em 2015 e 2016, com protestos que apoiaram o golpe e acabaram derrubando a então Presidente do Brasil Dilma Rousseff.  

Também não é nenhuma novidade que as pautas de seus protestos são as das mais bizarras e ofensivas à grande parte da população brasileira. E ontem (17/05) não foi diferente.  

O grupo denominado Direita São Paulo foi ás ruas da capital paulista contra a nova Lei de Imigração no País, com os argumentos de que governo brasileiro estaria abrindo suas fronteiras para terroristas, se referindo aos refugiados do Oriente Médio que fogem de seus países em guerra.  

Com muitas afirmações levianas em relação a religiões de origem muçulmana, classificando o Brasil como um país originalmente cristão, essa pequena marcha, que tinha por volta de 80 integrantes, caminhou pela Av. Paulista saindo da frente do Shopping Cidade São Paulo, até a Praça do Ciclista

 Durante o trajeto os manifestantes gritavam: "Deus, Pátria, Família", "12345mil queremos Bolsonaro presidente do Brasil", "Intervenção pra salvar nossa nação", "Não à Lei da Imigração".  

Se não bastasse o grande aparato militar protegendo a marcha, eles tinham seus próprios seguranças que a todo momento caçavam pessoas que aparentemente seriam contra as suas ideias.

 Com essa crescente da Extrema Direita podemos afirmar que as eleições presidenciais de 2018 serão no mínimo conturbadas e sombrias.