Ensaio Coletivo

A história de hoje é sobre a adaptação do ser humano a mudanças econômicas e ambientais. Em uma vila na ilha de Sumatra, Indonésia a população luta para o sustento diário, chegando ao ponto de destruir o ambiente em que vivem e ter que trabalhar hora com produção de arroz, hora com produção de óleo de dendê e até mesmo com a indústria madeireira ilegal.

O Preço do Papel

Por Adhytia Putra

Desmatamento de área na ilha de Pulau Padang

O Preço do Papel é uma história sobre como o ser humano é capaz de lidar com destruição em massa do meio ambiente, adaptando-se para sobreviver. O Preço do Papel é uma história sobre como o ser humano é capaz de lidar com destruição em massa do meio ambiente, adaptando-se para sobreviver. A história mostra Effendi e seus companheiros sendo obrigados a trocar de trabalho diversas vezes para sobreviver, tendo perdido a principal renda provinda da produção de arroz.

Effendi passou a pescar, depois de perder a capacidade da produção de arroz, para poder complementar a renda da sua família.

A ilha de Teluk Meranti em Sumatra, Indonésia, passou recentemente pelo período de maior desmatamento, que transformou a floresta em plantação de Acacia para suprimir a demanda da produção de papel. Junto com a perda da floresta veio mudanças ambientais tão fortes que privou o vilarejo da produção de arroz. O que um dia era uma vila que exportava arroz agora precisa importar de outras vilas da região.

A produção de óleo de dendê é uma opção para substituir a perda da plantação de arroz para a indústria madeireira ilegal. A dificuldades está o preço volátil do óleo, trazendo incertezas constantes as famílias.

Syahrizal foi detido por estar queimando seu terreno. A prática se tornou ilegal, impedindo muitos produtores de milho de queimar os pés que já não produzem para adubar a terra. Acredita-se que a denúncia tenha sido feita por uma companhia que disputa um pedaço de terra com Syahrizal.

Alguns moradores se renderam a produção ilegal de madeira para o sustento.