baile no capão

BRASIL, são paulo, julho DE 2015

O funk é o produto da periferia.
De todas as atividades culturais e não culturais, é ele quem atrai o maior público nas quebradas.
Este trabalho é como um desafio pra mim, tendo em vista que morei 20 anos no Capão Redondo e nunca antes havia ido a um baile funk.
Entrego a vocês o meu olhar sobre o baile funk.